Veraneios - poetrix de verão

Veraneios – I
 
entre lírios e nuvens 
a pipa passareava 
beijos de vento e verão

Veraneios - II

o vento despenteava
as tranças de menina
- sorriso e verão -


Veraneios – III
cheirinho de chuva 
tarde findando 
na terra molhada

Veraneios - IV

esconde-esconde
brisa fresquinha
e laranja do pé

Veraneios – V
  
Tarde de chuva - Henry Evaristo
pirilampos no telhado
risos transparentes
de gotas-meninas ao sol

Veraneios – VI
Chove: alguma magia
dourando a tarde
 ...viver é tão bom

2 comentários:

  1. Uma belezura todos esses versos aqui...
    besouros de prata
    tesouros, mesa farta,
    inspiração é o que não falta.

    E, ao longe,
    um som de flauta.

    Abraços mineiros,
    José de Castro
    http://balaioliterario.com.br

    ResponderExcluir
  2. a beleza do lugar aqui com belas palavras

    um beij

    ResponderExcluir