Inevitável

E na brisa inconstante
despertam-se os sonhos?

É a lua desejando o mar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário